CRER | Cruzada Evangelística da Restauração

Evento anual idealizado pelo Pr. Edivaldo Araújo, Presidente da Igreja Evangélica Ministério Atos, na cidade de São Gonçalo/RJ, consistente na concentração das igrejas, visando a unidade e a evangelização em massa.
A proposta é que a Igreja se levante sem rotulações, levando apenas Cristo em si como esperança da glória a toda e qualquer pessoa, a fim de atender a ordem de Jesus de sermos um para que o mundo creia que Ele é o Salvador que o Pai nos enviou.

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO | GALERIA

images/folder2.jpg

EVANGELIZAÇÃO

CLIQUE AQUI E ACESSE A GALERIA COMPLETA

UNIDADE NA DIVERSIDADE

Cristo é como um corpo, o qual tem muitas partes. E todas as partes, mesmo sendo muitas, formam um só corpo. Assim, também, todos nós, judeus e não judeus, escravos e livres, fomos batizados pelo mesmo Espírito para formar um só corpo. E a todos nós foi dado de beber do mesmo Espírito. Pois o corpo não é feito de uma só parte, mas de muitas. Se o pé disser: “Já que não sou mão, não sou do corpo”, nem por isso deixa de ser do corpo. Se o ouvido disser: “Já que não sou olho, não sou do corpo”, nem por isso deixa de ser do corpo. Se o corpo todo fosse olho, como poderíamos ouvir? E, se o corpo todo fosse ouvido, como poderíamos cheirar? Assim Deus colocou cada parte diferente do corpo conforme ele quis. Se o corpo todo fosse uma parte só, não existiria corpo. De fato, existem muitas partes, mas um só corpo. Portanto, o olho não pode dizer para a mão: “Eu não preciso de você.” E a cabeça não pode dizer para os pés: “Não preciso de vocês.” O fato é que as partes do corpo que parecem ser as mais fracas são as mais necessárias, e aquelas que achamos menos honrosas são as que tratamos com mais honra. E as partes que parecem ser feias recebem um cuidado especial, que as outras mais bonitas não precisam. Foi assim que Deus fez o corpo, dando mais honra às partes menos honrosas. Desse modo não existe divisão no corpo, mas todas as suas partes têm o mesmo interesse umas pelas outras. Se uma parte do corpo sofre, todas as outras sofrem com ela. Se uma é elogiada, todas as outras se alegram com ela. Pois bem, nós somos o corpo de Cristo, e cada um é uma parte desse corpo, unido na diversidade.

MULTIDÃO ATRAINDO MULTIDÃO

Você conhece o poder de uma multidão? Periodicamente as Escrituras se referem a multidão, dizendo que "muitos o seguiam", ou "uma multidão o seguia e via os seus sinais", ou ainda " grande multidão continuava a segui-lo", e isso nos revela que existe um poder na multidão que segue a Jesus: o de atrair multidão - um motivo a mais para unidade da Igreja.

Em 2013 pudemos ver a grande mobilização de multidões pessoas em todo o país em prol de interesses coletivos, o que vem se acentuando até os dias atuais. Aqui, a nossa mobilização coletiva em unidade também não pode se fundamentar em anseios privados e individuais. O único propósito tem de ser o resgate das vidas, através do testemunho genuíno de quem verdadeiramente segue a Cristo, para que o nome dEle seja enaltecido e divulgado.

MISSÃO NA COMUNIDADE

Mais abaixo veremos dados impressionantes sobre a cidade de São Gonçalo e sobre o Estado do Rio de Janeiro. O fato é que precisamos atentar para a anunciação do verdadeiro Evangelho de Salvação e essa obra tem de começar em nossa própria casa, em nossa vizinhança, no nosso trabalho, no nosso bairro e assim até alcançar o mundo. Nós podemos!
Precisamos entender que perto de nós existe alguém carente do amor de Deus e que Jesus morreu para salvar aquela vida também. Devemos atentar para a Missão na nossa comunidade.

VOCÊ SABIA?

O censo do IBGE em 2010 apontou crescimento do número de evangélicos em 61,45%, o que representa 22,2% dos brasileiros. A pesquisa ainda aponta que o Estado do Rio de Janeiro alcançou a 19ª posição entre os Estados em número de evangélicos. Dados do IBGE, segundo o Wikipedia, apontam que, em 2010, a cidade de São Gonçalo/RJ podia ser considerada a cidade "mais evangélica" do Brasil, contabilizando mais que 25% da população gonçalense. E há cerca de dez anos, os chefes do Poder Executivo eleitos em nossa cidade professam a mesma fé.

Por outro lado, em nossa cidade, apesar das inúmeras igrejas instaladas, e apesar do rótulo recebido de "cidade mais evangélica", vemos outros índices estatísticos crescerem simultaneamente, tais como o da violência e da criminalidade, dos divórcios, da homossexualidade, prostituição, dependência química, perversão infantil entre outros. Inclusive, o primeiro caso de união civil homossexual a receber aprovação do Superior Tribunal de Justiça veio da 4ª Vara de Família de São Gonçalo.

Como pode a cidade um dia proclamada a mais evangélica do Brasil passar por esse declínio social, se as portas do inferno não podem prevalecer contra a Igreja? Se onde o Evangelho de Jesus entra, o efeito é resplandecente e as trevas tem de recuar?

Seria muito confortável atribuir culpa ao inimigo de nossas almas, mas e o nosso papel enquanto Igreja: temos desempenhado como deveríamos? A verdade é que as inúmeras igrejas que se levantam em nossa cidade são resultado de feridas e desavenças não tratadas, e o pior é que as nossas Igrejas tem disputado membros como o comércio disputa por clientela. O fato é que estamos tão distantes um dos outros que a luz que precisam ver não passa do relance de um pisca-pisca de um vagalume a noite. Precisamos somar, ajuntar as luzes.

Você que lê estas palavras, já reparou na oração que Jesus fez por nós antes de morrer na cruz? Avaliemos se temos atendido a este clamor.

"Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles, para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como nós somos um: Eu neles e Tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste.

Falta-nos regressar a prática do verdadeiro Evangelho de Jesus. Falta unidade na diversidade. Falta-nos ir e anunciar a salvação, conforme Jesus mandou. Acima de qualquer rótulo recebido por qualquer instituição e acima de qualquer estatística, é a nossa unidade que irá trazer a glória do Senhor a São Gonçalo, ao Rio de Janeiro e ao mundo até que todos saibam que Jesus é o Salvador que o Pai nos enviou. Caminhar na contramão disto, é caminhar para a própria destruição. E é por isso que eu convido você e seu ministério a se aliançar conosco e todos os demais ministérios já aliançados a Cruzada Evangelística da Restauração - CRER, a fim de restaurar a unidade da Igreja e o amor pelas vidas. Pense nisso! Pr. Edivaldo Araújo

QUER PARTICIPAR DESTA ALIANÇA?

Se você e seu ministério querem aliançar-se, preencha os dados abaixo e em breve entraremos em contato. No corpo da mensagem faça constar o nome de sua Igreja, de seu Pastor e um telefone para contato.
Esclarecemos, por fim, que a CRUZADA EVANGELÍSTICA DA RESTAURAÇÃO - CRER não se presta a promover qualquer pessoa ou ministério, mas tão somente a Jesus, nosso Senhor e Salvador.